As raízes do medium (ou pelo menos dos seus criadores) estão no Blogger e no Twitter. No entanto, o Medium não é um blog, muito menos uma plataforma para textos curtos: é uma plataforma colaborativa que se constroí de textos e histórias.

O Medium é o lugar para quem gosta de escrever e/ou de ler. A quem cria conteúdos, apresenta-se como uma ferramenta acima de tudo simples e limpa que permite a quem escreve focar-se no essencial. Quem procura esta plataforma para ler encontra textos organizados em coleções (textos de vários autores com um tema em comum) que permitem ao leitor perder-se durante horas nas palavras dos textos sugeridos pela equipa editorial, num interface apelativo que imerge o leitor no texto e nas imagens apresentadas. 

Até agora o Medium tem sido mimado pelo crítica pela sua funcionalidade, pelo design e pela própria qualidade dos conteúdos. E ainda vai crescer.

Como é que vamos nós contribuir para esse crescimento é a pergunta que vos coloco.

Sofia Carvalho, UX Designer

Comment