Aula de história: a origem do símbolo [x]


Hoje em dia, é-nos institivo associar (e carregar) no símbolo  [x] para fechar janelas, tabs, pop-ups e programas, mas nem sempre foi assim.

[x] é um ícone puro, no sentido em que representa não uma palavra mas uma acção. Graças uma alteração de último minuto no interface do Windows 95, acabou por se tornar o símbolo standard para "fecho", povoando interfaces web, aplicações e software. 

O seu uso massificado começou no Windows 95, mas a sua primeira aparição (conhecida) foi no ATARI TOS 1.0. O nome ATARI, escolhido para nome da empresa (Atari Corporation) que desenvolveu este sistema operativo é um termo japonês do jogo GO que significa "hit the target" .

Também o uso dos símbolos [x] para representar o acto de fecho e do [o] para abrir usados no interface são símbolos da cultura japonesa: batsu e maru respectivamente.

Batsu [x] é o símbolo de incorrecto e pode representar falso, mau, errado ou ataque. Maru é o seu contrário, e representa a verdade, o todo, o correcto. Estes são também elementos de linguagem corporal muito usados na cultura japonesa, e um pouco por todo o mundo: o acto de cruzar os braços é muitas vezes visto como uma atitude fechada ou distância.

Coincidência? Conheça o resto da história aqui.

Sofia Carvalho, UX Designer

 

Comment