Os Princípios pelos quais nos regemos #5 - Efeito Estética-Usabilidade


O princípio de que vos venho falar desta vez ajuda-nos a compreender parte da importância do web design, e dá também algumas pistas sobre a relação entre o designer de UX e o web designer. Esta semana falo daquilo a que em Inglês se chama Aesthetic-Usability Effect .

Este princípio, que eu traduzi livremente como Efeito Estética-Usabilidade, diz que estética e usabilidade andam de mãos dadas. O que acontece é que, de acordo com experiências feitas por Masaaki Kurosu e kaori Kashimura, as pessoas têm a percepção de que um design mais bonito é mais fácil de usar do que um design percebido como menos estético. Num artigo de 1995, os cientistas distinguem entre usabilidade aparente usabilidade inerente. 

Isto não quer dizer que um design bonito é necessariamente fácil de utilizar, quer dizer que as pessoas vão ter mais tendência a escolher para uma dada tarefa, um design que achem mais bonito. Nesse sentido, Attractive Things Work Better. Diz-se que não se deve julgar um livro pela capa, mas o que é certo é que a maioria de nós o faz. E o critério do aspeto não serve só para escolher livros e maridos, também serve para escolher websites e aplicações mobile, de modo que o objetivo de um design é sempre ser bonito e usável.

Se um design for feio mas fácil de usar, dificilmente será usado porque as pessoas o julgam como dificil de usar à partida; por outro lado, um design muito bonito criado sem preocupações de usabilidade pode ser impossível de ser utilizado. Querem exemplos? Vejam este artigo do mashable sobre sites bonitos mas difíceis de usar

Para mais sobre a importância da estética, ouçam o mestre Donald Norman:

Maura Bouça, UX Designer

Comment