Enquanto consultor digital, trabalho com equipas variadas com a vontade de criar boas experiências digitais.

A minha ideia pessoal de uma boa experiência é algo útil oferecido num formato de interação simples e cativante. Na proporção de 80% utilidade para 20% formato.

Parece simples?

É só identificar bem aquilo que é útil e encontrar a melhor forma de "oferecer" essa utilidade. É só mergulhar num mar de informação, gerir mil ideias, fazer sentido disso tudo e depois focar no essencial e descartar o resto. É só chegar à nossa ideia da solução perfeita e depois começar a tirar o que não é útil, essencial ou simples.

É só ter claro aquilo que se quer e “aplanar o caminho” para lá chegar.

É extraordinariamente difícil.

Sinto um grande respeito quando reconheço um trabalho assim. Como neste exemplo de um trabalho da Work & Co para a Virgin America.

Comment