Que tal saltar de nível e trocar a sua Game Boy por uma sala de concerto?

Esta é a experiência que têm estado a viver os fãs de videojogos: assistir ao vivo a concertos sinfónicos das músicas dos jogos mais emblemáticos.

As músicas de Kingdom Hearts, The Legend of Zelda, Pokémon ou ainda Super Mario Bros. passaram dos 16bits para orquestra.

Espetáculos como "Press Start" ,  "Video Games Lives"  ou ainda "Final Fantasy vs Star Wars" enchem as salas com gamers que vão sobretudo para matar saudades. Os espetadores veem assim a celebração dos jogos, esperando reencontrar, noutra dimensão, as sensações vividas durante as centenas de horas jogadas.

A formula não é nova. Como era de esperar, foi no Japão que estas práticas nasceram, a partir de 1991, nomeadamente com a criação do Orchestral Game Music Concerts. Desde então, outras orquestras especializados nasceram, como o Orchestre du jeu vidéo de Montreal (Canadá).

Um fenómeno que cria uma ponte inesperada entre a música clássica e novas audiências, geralmente jovens.

Quem quiser saber mais sobre o assunto, poderá ler 2 artigos do Le Monde aqui e aqui.

 Didier Hochart, UX Designer

Comment