Não têm bilhete para o Dismaland como eu?


Se vos disserem para visitarem um dos locais mais tristes do planeta, prevejo que a vossa resposta seja não. Contudo, se a mente que está por trás da criação desse local for o Banksy e se o número de bilhetes for limitado, a história já é diferente.

Só assim se explica que 6 milhões de pessoas tenham acedido e colocado o site do Dismaland — "UK’s most disappointing new visitor attraction" — em baixo, na sua busca pelo tão desejado bilhete dourado. Contas feitas, nem todos vamos poder visitar o parque, mas contamos, como sempre, com a preciosa ajuda do social media.  

Através do Vine, temos acesso a uma visita guiada pelo espaço onde são destacadas, não só as obras de Banksy, mas também de outros 50 artistas vindos de vários pontos do globo. Portugal incluído.

Se formos ao Instagram, podemos perder-nos pelas cerca de 23 mil imagens partilhadas com a hashtag #dismaland e ficar a pensar nesta anti-Disney.  A carruagem da Cinderela envolvida num acidente, uma Ariel desfigurada e outras peças satíricas que abordam o tema do capitalismo, fazem parte do lote. 

Tanya Figueira, Community Manager

Comment