Como alguém já aqui disse, hoje o conteúdo é rei! Estamos na era do storytelling, do consumidor informado e smartshopper. Um consumidor que gosta de ver para “querer”. Estamos na era do e-commerce e do m-commerce. E se as tendências estão a mudar, há uma que se mantém intacta — o poder do vídeo. 

Os anúncios de televisão perdem terreno para os vídeo ads; os tutorials, pre-rolls e os canais das marcas no Youtube crescem em seguidores; e a maior parte dos conteúdos virais são vídeos. Porquê? Porque estes juntam 3 ingredientes infalíveis: 

São partilháveis (sharable), têm a capacidade de nos entreter e contar histórias (storytellers) e permitem a interação do utilizador (interactive).

Como é que as marcas estão a tirar partido do “videolove” para dar vida aos seus produtos e serviços? Apostando em Shoppable Videos

Os shoppable vídeos, como o nome indica, são pequenos filmes que incorporam shoppable ads (links) que direcionam automaticamente o utilizador para uma oportunidade de compra — com um único clique, o consumidor pode ficar a conhecer as características ou condições de um determinado produto/serviço, quanto custa, onde está disponível, ou comprá-lo de imediato, aproveitando, por exemplo, promoções exclusivas.

Os shoppable videos funcionam como autênticos leads generators e uma ótima ferramenta de marketing digital para as marcas. Por um lado, os consumidores procuram constantemente por produtos específicos que viram algures e isso dá-lhes via verde para a compra; por outro, as marcas batalham entre gastar o budget disponível em campanhas de branding ou hardselling, e os shoppable vídeos permitem combinar ambas num único esforço. 

Por fim, esta nova experiência de compra traz à tona a melhor qualidade do vídeo: contar histórias e construir uma ligação emocional entre as marcas e o consumidor. E aqui começa o trabalho dos especialistas em conteúdo e UX...Mas isso vou deixar para os entendidos. 

Fique com alguns exemplos de shoppable vídeos:

https://www.youtube.com/watch?v=umpBakcs6Qk&index=3&list=PLycY1V8T84Qd4DUgb3v0brE6jjrVoeghU

E links úteis sobre o tema:

http://videocommerce.com/blog/shoppable-video-and-the-new-possible-5-examples/

https://econsultancy.com/blog/66625-shoppable-video-the-missing-piece-of-your-marketing-strategy/

http://digiday.com/brands/tale-two-ad-products-youtubes-shoppable-ads-vs-googles-click-buy-button/

Débora Ramalho, Account Manager

Comment