Há uns anos atrás, o Vine tomou de assalto o smartphone de todos os jovens no mundo com um conceito simples: façam os vídeos mais criativos com apenas seis segundos. E assim foi, com milhões de utilizadores a juntarem-se à plataforma, criando horas de conteúdo, seis segundos de cada vez.

Na verdade, alguns utilizadores tornaram-se tão populares que começaram a receber de marcas para fazer vines patrocinados. Outros até lançaram carreiras musicais, como é o caso de Shawn Mendes.

E claro, com tanto sucesso, os "tubarões" tecnológicos começaram a pensar na aquisição do Vine, sendo que o Twitter ficou com a empresa, gastando 30 milhões.

Mas o mundo das redes sociais e da tecnologia não para e o Instagram incorporou vídeo na sua plataforma e o Snapchat ganhou cada vez mais fama, diminuindo o espaço do Vine (que também não parecia disposto a dar luta).

Assim, o desfecho já seria esperado: menos de três anos depois de comprar o Vine, o passarinho azul anunciou que vai fechar a plataforma. 

Obrigado, Vine, por nos teres feito rir com vários vídeos teus. Até sempre!

Comment