Um novo estudo da PayPal e da Ipsos mostra clara tendência de crescimento das compras online e uma previsão de gastos totais que podem ultrapassar os três mil milhões de euros em 2018.

O estudo foi criado com base nas respostas de 28 mil consumidores de 32 países, incluindo Portugal e aponta o nosso país como um dos países com maior percentagem de compras on-line no estrangeiro – 87%. O Reino Unido, China e Espanha são os que mais vendem para Portugal e as compras são essencialmente efetuadas em sites, aplicações mobile, redes sociais e outras ferramentas de comércio electrónico.

No outro lado do espectro da lista está o Japão onde 95% dos compradores de comércio electrónico realizaram apenas compras domésticas.

70% dos portugueses adultos fizeram pelo menos uma compra na Internet durante os últimos doze meses e destes, quase metade, cerca de 40% afirmam que vão aumentar os gastos em compras online no próximo ano.

No que diz respeito à motivação, a conveniência motivou 75% das compras e a poupança 28%. Existe também uma expectativa do consumidor para que que os envios se tornem mais baratos e rápidos, 23% e 18% respetivamente.

O veículo de compra mais utilizado continua a ser o computador – 80%, enquanto 11% dos consumidores usam o smartphone.

O maior crescimento do volume de compras online deu-se no sector de Comidas e Bebidas, seguido de brinquedos figuras de ação infantis, 26% e 19% respetivamente.

Para aceder aos estudos na integra consulte: PayPal Research

Boas compras!

Verónica Sousa, Partnership Manager

Comment