Ler as notícias ou conversar com as notícias?


Nascida em 2012, a Quartz é na sua essência uma publicação digital focada em produzir um jornalismo mais criativo e inteligente sobre diversos tópicos como economia, política ou negócios.

Faz parte de um grupo controlado pela Atlantic Media que inclui, entre outras publicações, o The Atlantic, o National Journal ou o Government Executive. A Quartz, porém, não é uma publicação de notícias como as outras. Recorrendo a uma estrutura não muito usual, foi inicialmente pensada para o consumo de notícias em dispositivos móveis — tablets ou smartphones.

Assim, na Quartz, as notícias não aparecem segmentadas por tópicos/ temas. Em oposição, a estrutura desta publicação baseia-se num segmento intitulado de Obsessions, onde está aglomerada a totalidade das temáticas. Desta forma, chegamos ao conceito da nova aplicação para dispositivos móveis lançada pela publicação, Quartz — News in a whole new way.

Tal como para o website, também a app adota uma estrutura que difere de outras aplicações de publicações noticiosas. Deste modo, o aplicativo não segmenta as notícias por tópicos, temas ou até mesmo pelas ditas “obsessões” que encontramos no website. A interface do aplicativo remete para uma das principais ferramentas presentes nos nossos dispositivos móveis e uma das mais utilizadas em smartphones: o envio de mensagens de texto, i.e. o chat.

Neste sentido, o objetivo principal da aplicação é a apresentação de uma boa seleção de notícias colocadas de forma simples e de fácil consumo para o leitor. A interação é feita da mesma forma que uma aplicação de chat, onde vamos recebendo vários trechos de notícias, como se fossem mensagens de um amigo.

De forma a avançar para outras notícias ou saber mais sobre aquele tópico temos sempre duas opções de resposta: uma combinação de texto e emojis relacionados com o assunto em causa para sabermos mais; ou um simples “next” (próximo) ou “anything else” (algo mais) para avançarmos para outro tema.

Para simplificar a leitura e apresentação das notícias, as mensagens de texto são sempre curtas e usualmente acompanhadas de gifs ou imagens que ilustrem o tema em questão. Caso o utilizador esteja interessado em ler os artigos na íntegra, basta clicar nas mensagens que contêm a hiperligação, normalmente identificadas com uma seta à frente da bolha de texto.

Para já, a aplicação ainda só está disponível no sistema operativo iOS, embora seja esperado para breve o lançamento de uma versão Android.

Nuno Silva, Video & Photography Producer

Comment