E se de cada vez que fizesse uma pesquisa na internet estivesse a contribuir para a plantação de uma árvore? Isso é Ecosia

O nome lembra um detergente da roupa “amigo do ambiente”, mas na verdade estamos a falar de um browser ecológico que usa as suas buscas — e a respetiva receita associada — para doar dinheiro que será, posteriormente, usado para plantar árvores. Confesso desde já que, apesar de estar no ar desde 2009, não fosse um artigo no Shifter e nunca teria ouvido falar no Ecosia.

O motor de busca, que por trás tem informação vinda do Bing e ainda permite comparar a mesma com os resultados do Google, foi uma criação do alemão Christian Kroll. Depois de uma incursão pelo mundo das ONG’s, viajou para a América do Sul onde despertou para as questões ambientais. Daí ao Ecosia, foram apenas uns passinhos. 

Turning deserts into forests

A máxima do Ecosia parece uma tarefa digna de Hércules, mas se formos a olhar para os resultados, os objetivos parecem estar a ser cumpridos. Senão, vejamos: desde dezembro de 2009, altura em que o browser deu um ar da sua graça, que a empresa conseguiu direcionar 80% das suas receitas para este projeto. Qualquer coisa como dois milhões e meio de euros. Traduzindo isso por árvores... quatro milhões de exemplares plantadas um pouco por todo o mundo!

Nos últimos anos, o Burkina Faso tem sido o país onde o Ecosia tem plantado mais árvores. Isto trouxe mais água e mais animais para zonas áridas e, consequentemente, mais trabalho. Ecologia, sustentabilidade e prosperidade social de mãos dadas. 

Nós sabemos que os hábitos são difíceis de mudar. E apesar do Google ser um dos nossos melhores amigos, que tal, só assim de vez em quando, tentarmos também plantar uma árvore?

Filipa Picoto, Copywriter

Comment