O Facebook pode ser uma playlist?


“Facebook” costuma ser sinónimo de distração.

E com razão: os news feeds das nossas contas de Facebook são torrentes descontroladas de conteúdos. E quem, por exemplo, gostar de música, sente a frustração de ter que desenterrar as últimas novidades no meio de vídeos virais, fotos de festas dos “amigos” e imagens de gatinhos. Até agora, a única solução oferecida pela rede social parece ser deixar de seguir certas páginas ou perfis.

Mas eis que entra em cena o Trainspottr para limpar a casa. Esta nova aplicação (de momento disponível apenas para iOS), criada por Maximillian Clarke, liga-se à nossa conta de Facebook, percorre a informação mais recente das páginas que seguimos (mas evitando os perfis pessoais) e recolhe os novos posts que contenham links para Youtube, Soundcloud ou outros reprodutores de música (mesmo quando estes se encontram dentro de links externos!).

Em seguida, podemos ouvir as músicas contidas nesses posts, guardar os resultados favoritos e rejeitar o que não interessa.

Resumidamente: uma estação de rádio em constante atualização e sem interrupções, com uma playlist potencialmente infinita. Tudo dentro do nosso telemóvel é moldado diretamente pelos nossos gostos no Facebook, sem necessidade de vasculhar páginas e o nosso news feed.

Aplicações como o Trainspottr refletem uma necessidade cada vez maior para quem usa redes sociais: separar as águas e filtrar os conteúdos (sejam estes música, vídeos, artigos, etc.) de acordo com os interesses específicos de cada um, sem perder as ligações ao mundo.

 

André Nascimento, Copywriter e Sound Designer

Comment