Vou ser honesta: digo que não a muitos convites só para ficar em casa a ver filmes. Admito, tenho um problema. Olá, sou a Marta e sou viciada em cinema.

Sofro um bocadinho só de imaginar a quantidade de filmes incríveis que ainda tenho para ver. E sofro muito mais com a dificuldade que tenho (ou tinha) para encontrar algumas pérolas do cinema, desde clássicos franceses a filmes portugueses contemporâneos. Buscas desenfreadas pelo Google e alguns (poucos, prometo) recursos “pirata” eram os meus mais fieis companheiras de batalha para procurar filmes, a meu ver tão simples como o Dogville do Lars Von Trier, a minha mais recente obsessão.

Se sofrem do mesmo problema que eu e o Netflix não está à altura das vossas expectativas no que toca a cinema, apresento-vos o Filmin, uma plataforma portuguesa (sim, portuguesa) de cinema independente. Funciona como uma espécie de videoclube digital: pelo preço de um menu no Macdonalds, têm acesso a uma base de dados incrível e alguns conteúdos premium durante tempo limitado. Desde documentários a grandes clássicos, foi lá que finalmente o português “As Mil e Uma Noites” de Miguel Gomes e o italiano “Feios, Porcos e Maus”. E em boa qualidade! E tudo tão legal como o computador no qual estão a ler este artigo.

A internet é um lugar incrível, não é? Agora corram já para o site e descubram todo um novo sentido para “Netflix and chill”. E se me convidarem para tomar café logo à noite... Provavelmente já sabem a resposta.

Marta Baptista, Copywriter

1 Comment