Spritz, para mim, até há pouco evocava a bebida alcoólica de cor laranja muito apreciada no norte da Itália, com origem austro-húngara. No entanto, Spritz é também um sistema que permite acelerar a leitura e não é novidade, visto que já existe, pelo menos, desde 2014.

Sabemos que num ecrã a velocidade de leitura média é de 220 palavras por minuto (PPM), com o Spritz pode subir, facilmente, esta média até 400 PPM, ou mais ainda, com algum treino.

Como funciona?
O resultado tem por base o principio de “posição de visão ideal” (Optimal Viewing Position), evidenciado nos anos 70. No caso de idiomas lidos da esquerda para direita, uma palavra é mais facilmente reconhecida quando fixamos a letra que se encontra à esquerda do centro desta palavra. Spritz apresenta ao leitor uma palavra de cada vês, posicionada de acordo com esta regra, facilitando a leitura. Outro factor acelerador tem a ver com o olhar que não precisa de saltar de palavra em palavra, nem de de focar em cada uma delas.

Para quê?
Claramente esta ferramenta não é feita para apreciar um texto, mas sim para processar informação textual com uma leitura hiper focada e concentrada. Alguns websites, ou APPs, já integram esta solução como o theoldreader.com ou o leitor de eBooks readmei. Estranhamente, apesar de poder facilitar a leitura nos ecrãs pequenos, esta solução ainda não foi explorada nas APPs para smartwatch.

Para experimentar esta ferramenta visite o website readsy.co. Também pode implementar o Spritz, no seu browser, basta instalar uma extensão para o Chrome ou um widget e ler assim os artigos em metade do tempo.

Saiba mais no site spritz.com.

Didier Hochart, UX & Strategy
 

Comment