Sendo este o meu primeiro artigo depois da loucura do natal, da passagem de ano, da eleição do Trump e por aí fora, estava eu navegar na internet a procurar conteúdo interessante para partilhar convosco (que não “As 10 previsões do Digital para 2017” ou “As 20 tendências de 2016 que já estão fora de moda“) e encontrei este artigo da Martechtoday: “Usar a Automação de Marketing para criar programas de e-mail bem sucedidos em 2017”.

Ora, vamos por partes. Primeiro, esqueçamos que este é mais um artigo de previsões/tendências/sugestões para 2017. Segundo, vamos retirar daqui a informação que realmente importa: como usar a Automação para vender mais!

Resumindo, a Automação de Marketing está relacionada com a automatização de processos com o intuito de extrair mais informação e utilizá-la da melhor forma.

Vantagens:

Tempo é dinheiro. Nos dias que correm, não há tempo (nem recursos) para enviar um email a cada encomenda online realizada com sucesso, a cada visita de cada cliente ou a festejar o aniversário de casamento daquele casal amoroso que conhecemos há uns tempos na sede da empresa.

Personalização vale ouro. Lá vai o tempo em que os contactos automáticos eram todos iguais. Agora, podemos personalizar o nome, criar modelos de envio consoante tipologias de contacto, oferecer vouchers de desconto específicos consoante as ações de um utilizador na nossa loja online e por aí fora. Dizem que as possibilidades são infinitas e eu acredito bastante nisso!

Mais controlo, mais canais e mais dados relevantes. Acompanhar dezenas, centenas ou milhares de clientes de forma dedicada e útil não é uma invenção do futuro. Podemos iniciar contacto no momento em que o utilizador faz like no nosso Facebook, enviar-lhe um email com as vantagens da Automação de Marketing quando faz o download de um ebook no site e enviar-lhe um vale de desconto quando preenche um questionário na nossa loja online. O melhor de tudo isto? A Automação de Marketing é facilmente mensurável e permite recolher muitos dados, extrair comportamentos típicos e explorar estratégias futuras!

E quanto custa?

— Não fosse esta a pergunta para 1 milhão de euros, eu respondia “Tempo e... algum dinheiro”!

Mas não desesperem, há inúmeras ferramentas que para além de nos ajudarem com todo o trabalho não custam uma fortuna! O importante é saber como as utilizar e como interpretar a informação que nos dão!

Tudo isto está à distância de um registo em plataformas como SalesForce, Pipedrive, Mailchimp, Hubspot e muitas outras!

Bom resto de semana e … boas estratégias de Automação! :)

Ana Pereira, Copywriter

Comment