Viste aquelas botas no Portugal Fashion?
Vi, um espanto! Até fiquei a ver o direto no Facebook da Sofia.
A sério! Eu segui o Twitter do Gonçalo. Ele estava mesmo na primeira fila.
Mal posso esperar pelo post no blog da Ana com o resumo dos desfiles. Temos o mesmo estilo.


A influência digital está em alta. Os bloggers, os youtubers e afins são autênticas celebridades. Hoje em dia, já não é preciso aparecer na televisão para ser conhecido, porque cada influenciador tem o poder na sua mão, à medida que os seus polegares tocam o ecrã táctil do seu smartphone.

Os influenciadores mais bem-sucedidos gerem, como ninguém, os seus canais próprios de comunicação, definem, com muita perícia, o seu posicionamento e estabelecem relações muito próximas com a sua audiência, ao ponto de serem capazes de, apenas com uma simples referência, colocar qualquer marca no mapa.

Um bom influenciador:

· Cria conteúdo criativo e relevante, para atrair seguidores e marcas.
· Gere todos os seus canais a seu favor e com muita expertise.
· Tem consistência: publica com muita regularidade para que a sua audiência fique ligada.

Ora, este poder não passa despercebido às marcas. Agora e mais do que nunca, a influência digital faz parte dos planos de marketing digital, ao lado do email marketing, das redes sociais ou da publicidade nos motores de busca.

A vantagem é ter uma cara, alguém que concentra em si uma audiência super preparada para ouvir a sua mensagem. É aqui que reside o valor do influenciador: o número de seguidores, as visualizações diárias, mas sobretudo o alcance da sua mensagem.

Com taxas de conversão muito interessantes face a outros meios, a influência digital já não é só um meio utilizado para campanhas de brand, é sem dúvida um meio que vende.

E como é que podemos contar com um influenciador digital nas nossas campanhas de marketing digital?

Fácil. Basta percebermos a audiência da nossa marca, entrarmos no seu mundo e depressa percebemos onde se inspiram. Depois é enviar um email para o blogger ou youtuber, ou então contactar diretamente a sua agência - sim, porque os melhores entregam esta componente a empresas especializadas - para que se possam dedicar em absoluto à criação de conteúdo.

Márcio Nogueira, Digital Marketing Manager

1 Comment