Pense outra vez, porque a Google está prestes a criar alguns novos.

Graças à Google e às suas capacidades de Inteligência Artificial, estamos a expandir os nossos horizontes auditivos, para lugares onde nunca antes fomos. Utilizando a sua tecnologia de IA, a Google está a criar sons totalmente novos ao combinar os sons feitos por vários instrumentos.

Os criadores desta tecnologia, Jessie Engel e Cinjon Resnick, fazem parte do Google Magenta - uma pequena equipa de pesquisa de IA que constrói sistemas de computadores capazes de fazer sua própria arte. A esta tecnologia deram o nome de NSynth, ou Neural Synthesizer, que descrevem como "uma nova abordagem para fazer música concebida para auxiliar o processo criativo”. A ideia é que o NSynth forneça aos músicos uma gama inteiramente nova de ferramentas para fazerem música.

Ao contrário de um sintetizador tradicional, que gera áudio através de componentes projetados à mão, como osciladores e wavetables, o NSynth usa redes neurais profundas para gerar sons. Aprendendo diretamente a partir de dados recolhidos, o NSynth fornece aos artistas um controlo intuitivo sobre o timbre e a dinâmica dos instrumentos, permitindo a exploração de sons praticamente impossíveis de produzir com um sintetizador tradicional.

Embora, numa primeira impressão, o NSynth possa soar apenas como dois instrumentos a tocar ao mesmo tempo não é isso que está realmente a acontecer. Em vez disso, este novo software está a produzir sons completamente novos e nunca antes produzidos, alavancando sobre “as características matemáticas das notas que saem de vários instrumentos”. O NSynth é capaz de trabalhar com cerca de 1.000 instrumentos diferentes, desde Violinos a Oboés e passando mesmo pelo Didjeridu. 

Em última análise, a equipa por detrás da NSynth diz que o objectivo é “desenvolver não só uma ferramenta criativa para músicos mas também fornecer um novo desafio para a comunidade de Machine Learning a nível de pesquisa em modelos generativos para a música”. 

Ainda não sabemos muito sobre esta ferramenta mas também não teremos que esperar muito, uma vez que ainda no final desta semana a mesma será apresenta em maior detalhe no Moogfest em Durham, Carolina do Norte, o conhecido festival anual de arte, música e tecnologia.

António Pinheiro, Junior Strategist

Comment