O “hacking" é uma prática maioritariamente associada aos universos digitais, que consiste em alterar os aspetos mais internos de dispositivos, programas e redes de computadores. Os “hackers" têm geralmente má fama, apesar de, na grande maioria, não se dedicarem a atividades ilícitas, mas sim a adaptarem os sistemas às suas necessidades.

É neste espírito que a comunidade "IKEA hackers” atua. Só que, neste caso, as alterações são aplicadas aos produtos do IKEA.

O IKEA sempre foi uma marca apreciada pelos amadores de bricolage e DIY, pelos seus produtos em kit e soluções inovadoras. Os padrões idênticos usados em várias linhas de produtos, e o facto de ser tudo fácil de desmontar, facilitam as adaptações e permitem, a qualquer um, exprimir a sua criatividade ou simplesmente adaptar melhor uma solução ao seu caso.

Esta comunidade partilha as suas ideias e projetos no site IKEA Hackers. Uma seleção dos melhores "hacks" do ano passado está disponível aqui.

Podem encontrar outros projetos espalhados na net, sobretudo no Pinterest, mas a comunidade IKEA Hackers tem a vantagens de propor tutoriais, mais ou menos completos. 

Didier Hochart, UX & Strategy

Comment