Uma pesquisa no YouTube por “cat” mostra-nos resultados impressionantes: vídeos com dezenas e centenas de milhões de visualizações e uma oferta infindável de obras-primas intituladas “Funny Cat Compilation [MUST WATCH]”.  Isto levanta a questão: “Porque é que vídeos de gatos são tão populares?”

A realidade é que vemos vídeos de gatos e outras coisas cute porque a continuidade da nossa espécie depende disso. Oriana Aragon, psicóloga na Universidade de Yale, é uma das muitas cientistas que nos explica que somos instintivamente atraídos por figuras com olhos grandes, bochechas rechonchudas, testas longas e caraterísticas redondas.

Todas estas particularidades são típicas num bebé humano, que, comparativamente às outras raças de mamíferos, nasce totalmente dependente dos progenitores durante muito mais tempo de vida. Isto leva a que sejamos naturalmente motivados a querer proteger e cuidar de bebés — tão motivados, aliás, que até queremos cuidar de coisas que sejam minimamente parecidas com um bebé.

Isto levanta todo um leque de oportunidades para marketers: O Google Self Driving Car original, por exemplo, tinha um formato redondo e faróis grandes — caraterísticas cute. O carro foi conceptualizado desta forma para o tornar menos intimidante, visto que a ideia de carros em piloto automático era (e é) ainda temida por muitos.

O fator cute levanta emoções instintivas em todos nós. Também o medo, a felicidade e a raiva são fortes motivadores, muitas vezes fortes o suficiente para explicar porque é que certos conteúdos ficam virais.

Portanto, da próxima vez que virem coisas cute na Internet, façam-no sabendo que a euforia que sentem é a razão pela qual a Humanidade tem prosperado. :)

Nuno Antunes, Copywriter & Social Media Manager

Comment