Imaginem que estão prestes a ler o melhor artigo de sempre. Não é o caso, mas valeu a criatividade.

É exatamente dela que vos trago um exemplo. Suspeito que já passaram pelo mesmo que eu: não saber como abordar um produto de forma criativa.

Primeira lição: se os Il Divo são criativos o suficiente para se autodenominarem cantores, então qualquer assunto pode ser abordado de um ponto de vista criativo.

Segunda lição: a falta de criatividade está – porventura, não falo de ninguém em especial a não ser de mim – em nós mesmos e não nos produtos/clientes. É por isso que hoje vos trago a página de Facebook do Cemitério Jardim da Ressurreição. Podem visitá-lo (sim, é real) se uma catástrofe acontecer enquanto estiverem no Nordeste Brasileiro. Caso contrário, sugiro que acedam apenas pela internet. Deixem-me dar-vos dois exemplos. O primeiro é um post:

Screen Shot 2018-02-07 at 16.53.08.png

 

O segundo exemplo é a resposta a uma utilizadora que pede a um amigo que a enterre no Cemitério Jardim da Ressurreição quando morrer. Reparem na classe:

Screen Shot 2018-02-07 at 17.33.20.png

Ricardo Rosa
Copywriter

Comment