Com o ano de 2018 a um mês de distância, entramos naquela época em que vemos “anos em
revista” para onde quer que nos viremos. Ora, nem mais. Este é mais um desses artigos! Assim,
deixo-vos aqui um apanhado das campanhas de comunicação mais marcantes do ano de 2017. De todas elas, elegi 4 campanhas entre si, cómicas, controversas e impactantes.

Se quiserem ver mais para além destas, deixo-vos alguns artigos interessantes: Adweek,
Marketing Week, Digital Marketing Institute, Marketing Dive; Brandwatch.

Heinz — Mad Men ‘Pass the Heinz’

Para começar, apresento-vos a campanha da Heinz, intitulada "Pass the Heinz". A empresa
mundialmente conhecida adotou a ideia apresentada na série Mad Men para a sua campanha
publicitária de 2017. Don Draper propõe uma campanha publicitária à Heinz que acaba por ser
recusada no mundo da ficção mas utilizada pela empresa “50 anos mais tarde”.

Pepsi — Kendall Jenner

Esta próxima campanha tenta demonstrar como os recorrentes impasses sociais afectam a
sociedade, mas acaba por ser bastante criticada por falhar completamente a marca
. Nesta
campanha da Pepsi, a protagonista Kendall Jenner tenta “apaziguar os ânimos” entre a polícia e
uma manifestação, oferecendo uma Pepsi a um polícia na linha da frente.

Heineken — Worlds Apart

A Heineken foi também uma das marcas que optou pelo tema das causas sociais. Na sua
campanha “Worlds Apart”, três pares de polos opostos “trabalham” juntos e conversam, sem
saberem nada do outro. No final, após conhecerem as opiniões da outra pessoa, é-lhes dado
duas opções — sentar e “discutir” com o outro ao sabor de uma Heineken ou ir embora com
“uma mente fechada”.

NY Times — The Truth Is

Por fim, deixo-vos uma campanha que pretende demonstrar o trabalho e a dedicação dos
jornalistas em busca da verdade.
O conjunto de 4 filmes publicitários criados para esta
campanha pretende demonstrar o trabalho, o esforço e a dedicação de vários dos seus
jornalistas, em busca da história e da melhor maneira de a contar.

Nuno Silva, Motion Designer

1 Comment