A resposta a esta pergunta é: Já é!

As vossas feeds de Instagram, Facebook, Snapchat — tudo e mais alguma coisa — também foram invadidas pelo eclipse solar desta segunda-feira? Porreiro, então também já sabem que este fenómeno foi tão noticiado porque (além de ser lindo) só acontece uma vez a cada cem anos. Por isso: quem viu com os seus próprios olhos, viu. Quem não viu... A Google mostra

Há seis anos que a Universidade de Berkeley e a Google estão a pensar como rentabilizar este momento histórico para a ciência. E eis que chegaram a esta ideia: recrutar fotógrafos voluntários, astrónomos amadores e quem tiver vontade de participar com imagens de acordo com a sua localidade (que tinha de permitir ver o eclipse na totalidade ou na sua maioria — apenas possível nos EUA) e, no momento do fenómeno, captar o momento em tempo real, via fotografia.

imagem-02.png

Com isto, criou-se/está a criar-se o Eclipse Megamovie, que será uma sequência perfeita dos milhares de fotografias geradas, alinhadas de tal forma que será possível ver o eclipse solar continuamente. Além disso, claro, toda as imagens recolhidas serão utilizadas para pesquisas e trabalhos científicos futuros.

Se, como eu, não viram o eclipse com os vossos olhos, não desanimem:

1. pouparam-se a um torcicolo.

2. vão poder ver o eclipse em contínuo sem usar óculos de proteção UV, tal como este querido:

imagem-03.jpg

Joana Mateus, Designer

Comment