Esqueçam “La La Land” ou “Drive”, o meu novo papel preferido do Ryan Gosling é produzido pelo “Saturday Night Live” onde ele sofre da escolha de tipo de letra no blockbuster “Avatar”.

Neste vídeo, o Ryan Gosling é perseguido pelo logotipo que foi criado para o filme Avatar em 2009 e continua a incomodar designers em todo mundo pela sua semelhança à fonte Papyrus, que não tem uma boa reputação.

O designer da Papyrus revela numa resposta quais foram as suas intenções em desenhar esta fonte e quanto dinheiro ele ganhou.

Mas a Papyrus não é a única fonte que evoca tanta aversão. No fim do vídeo, o título é escrito em Comic Sans — é uma referência a mais uma fonte controversa. Provavelmente, a fonte mais detestada do mundo, a Comic Sans faz parte de centenas e centenas de memes e outras reacções bem conhecidas na Internet.

 

Existe, no entanto, uma pessoa que defende a existência desta fonte. Podem ler um artigo muito interessante aqui.

Infelizmente, já existem novas fontes com o potencial de nos dar dores de cabeça e de nos chatear com a sua omnipresença — ouvi dizer que a fonte Lobster está num bom caminho.  

Para acabar o artigo de uma maneira positiva e dar a volta aos film titles, vou deixar aqui uma lista de movie posters que contém exemplos onde a tipografia combina muito bem com o filme.

Bons filmes e, atenção a todos, cuidado com a escolha de tipo de letra!

Katrin Kohl. Visual Designer

 

Comment